Como usar uma contingência de empréstimo ao comprar uma casa

Contingências de Empréstimo

Somente compradores de imóveis que estão obtendo financiamento tendem a tornar o contrato de compra dependente da obtenção de um empréstimo. Os compradores em dinheiro não solicitam uma contingência de empréstimo porque não há empréstimo. O contrato pode estar condicionado ao comprador obter:

  • Empréstimo da FHA, que tem seu próprio conjunto de requisitos, ou
  • um empréstimo VA, que é garantido pela Administração do Veterano, ou
  • um empréstimo convencional, que normalmente é vendido no mercado secundário, ou empréstimo de uma cooperativa de crédito em que o mutuário é membro ou
  • financiamento privado, que às vezes é chamado de empréstimo em dinheiro
PUBLICIDADE

Dependendo do tipo de empréstimo, o credor pode exigir certas condições de propriedade ou reparos para fazer o empréstimo. Se os vendedores e compradores não puderem concordar com os reparos ou as condições do emprestador, o comprador não receberá o empréstimo e a transação poderá se desfazer.

Porém, alguns casos, o contrato pode dar ao comprador uma escolha, escolher entre um certo número de dias antes que a contingência do empréstimo precise ser removida ou satisfeita, ou manter a contingência do empréstimo, se todas as partes concordarem, em vigor até o fechamento.

 

Financiamento

É onde o problema começa. A maioria dos vendedores espera que um comprador precise obter financiamento. Os vendedores costumam ser razoavelmente razoáveis ​​e permitem um certo período de tempo para o comprador obter o financiamento e remover a contingência do empréstimo, mas nem todo vendedor vai querer esperar até o dia do fechamento para descobrir se o comprador é realmente capaz para fechar depósito.

Entretanto, não é inteiramente justo para um vendedor que um comprador peça um período de 30 dias sem compromisso firme de fechamento. Por outro lado, a remoção de uma contingência de empréstimo antes do fechamento pode deixar o comprador muito nervoso.

Pré-aprovado

Obviamente, os compradores obtêm e apresentam uma carta de pré-aprovação antes de fazer uma oferta. É a carta de pré-aprovação em que o vendedor se baseia como prova da capacidade creditícia do comprador e da capacidade de se qualificar para um empréstimo. Mas depois que o arquivo é empacotado para subscrição, outros problemas podem aparecer.

Fique atento, julgamentos desconhecidos podem aparecer nos registros públicos, um comprador pode ter um pontinho no relatório de crédito que havia escorregado pelas rachaduras, um ex com uma venda curta anterior pode colocar um amortecedor na qualificação, um comprador poderia perder seu emprego, um comprador pode ser empregado apenas sob o período de 2 anos requerido ou receber salários não refletidos nos stubs da folha de pagamento.

Há umas coisas que podem dar errado.  Todavia, não vamos esquecer que o segundo tipo de contingência de empréstimo é a avaliação. A contingência de avaliação é frequentemente separada da contingência de empréstimo. A contingência de avaliação significa que a casa deve avaliar o preço de compra.

Ou seja, se a avaliação for menor do que o preço de compra, o comprador pode cancelar, desde que o comprador tenha uma contingência de avaliação no contrato de compra. Se o vendedor concordar em baixar o preço para atender à avaliação, espera-se que o comprador remova a contingência de avaliação.


PUBLICIDADE


O que exatamente são empréstimos-ponte?

Dicas para obter aprovação para um cartão de crédito