Buscando um cartão para você!

Ascensão da economia digital: entenda sobre

ascensão da economia digital
Imagem: Canva

A economia digital é um termo que se refere à produção, distribuição e consumo de bens e serviços que utilizam tecnologias digitais, como internet, computação em nuvem, inteligência artificial, entre outras. Além disso, abrange diversos setores, como comércio eletrônico, serviços financeiros, educação, saúde, entretenimento, etc.

A economia digital vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos, impulsionada pela inovação, pela demanda dos consumidores e pela transformação digital das empresas. Portanto, segundo um relatório da consultoria McKinsey, a economia digital representava cerca de 15% do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2016, e pode chegar a 25% em 2025.

Mas quais são os benefícios e os desafios da ascensão da economia digital? Como ela afeta a sociedade, o mercado de trabalho e o meio ambiente? Sendo assim, neste artigo, vamos abordar essas questões e explicar como você pode se preparar para esse cenário.

Benefícios da economia digital

A economia digital traz uma série de vantagens para os consumidores, as empresas e a sociedade em geral. Por isso, veja alguns exemplos:

  • Maior acesso a bens e serviços: a internet permite que as pessoas tenham acesso a produtos e serviços de diferentes lugares do mundo, com mais variedade, qualidade e preços competitivos. Além disso, a economia digital facilita o acesso à informação, à educação e à cultura.
  • Maior eficiência e produtividade: as tecnologias digitais permitem que as empresas otimizem seus processos, reduzam custos, aumentem sua capacidade de inovação e se adaptem às mudanças do mercado. Sendo assim, a economia digital também estimula o empreendedorismo e a criação de novos modelos de negócio.
  • Maior inclusão e participação social: a economia digital oferece oportunidades para pessoas que enfrentam barreiras geográficas, econômicas ou sociais para participar da vida econômica. Por isso, a ascensão da economia digital também favorece a democratização da comunicação e da expressão de opiniões e interesses.
  • Maior sustentabilidade ambiental: a economia digital pode contribuir para a redução do consumo de recursos naturais, da emissão de gases de efeito estufa e da geração de resíduos. Portanto, a economia digital também pode promover soluções para problemas ambientais, como energias renováveis, mobilidade urbana, agricultura inteligente, etc.

Desafios da economia digital

A economia digital também apresenta alguns desafios que precisam ser enfrentados pelos governos, pelas empresas e pela sociedade. Veja alguns exemplos:

  • Desigualdade e exclusão digital: apesar dos avanços na infraestrutura e na acessibilidade das tecnologias digitais, ainda há uma parcela significativa da população que não tem acesso à internet ou que não possui as habilidades necessárias para aproveitar as oportunidades da economia digital. Isso pode gerar uma maior desigualdade social e econômica entre os indivíduos e os países.
  • Segurança e privacidade dos dados: a economia digital envolve uma grande quantidade de dados pessoais e empresariais que são coletados, armazenados e analisados pelas plataformas digitais. Isso pode representar riscos para a segurança e a privacidade dos usuários, que podem ser vítimas de fraudes, roubo de identidade, espionagem ou manipulação.
  • Regulação e tributação: a economia digital desafia as normas jurídicas e fiscais existentes, que muitas vezes não estão adaptadas à realidade das atividades econômicas digitais. Isso pode gerar conflitos entre os diferentes agentes envolvidos na economia digital, como governos, empresas e consumidores. Além disso, a regulação e a tributação devem buscar um equilíbrio entre a promoção da inovação e da concorrência e a proteção dos direitos e dos interesses públicos.
  • Qualificação e adaptação profissional: a economia digital demanda novas competências e habilidades dos trabalhadores, que devem estar preparados para lidar com as mudanças tecnológicas, organizacionais e sociais. A economia digital também pode provocar a substituição de alguns empregos por máquinas, a criação de novos empregos e a transformação das relações de trabalho.

Como se preparar?

Diante dos benefícios e dos desafios da economia digital, é importante que você se prepare para esse cenário, tanto como consumidor quanto como profissional. Veja algumas dicas:

  • Busque se informar sobre as tendências e as oportunidades da economia digital, acompanhando as notícias, os estudos e os eventos sobre o tema.
  • Invista na sua educação e na sua qualificação profissional, buscando desenvolver as competências técnicas e comportamentais exigidas pela economia digital, como criatividade, pensamento crítico, comunicação, colaboração, etc.
  • Aproveite as vantagens da economia digital para consumir bens e serviços de forma consciente, responsável e sustentável, respeitando os seus direitos e os dos outros usuários.
  • Participe ativamente da economia digital, expressando suas opiniões, interesses e demandas, e contribuindo para a construção de uma sociedade mais inclusiva, democrática e justa.

A ascensão da economia digital uma realidade que está transformando o mundo em que vivemos. Por isso, é fundamental que você esteja preparado para aproveitar as oportunidades e enfrentar os desafios que ela traz. Sendo assim, esperamos que este artigo tenha ajudado você a entender melhor sobre esse tema.

Recomendamos também: