Candidato à presidência com candidatura formalizada: fique por dentro!

Cada candidato têm até dia 15 de agosto realizar registro de candidatura

A urna eletrônica é referência de eleições, no Brasil
Está chegando o dia das Eleições. Dia de escolher o seu candidato.

O primeiro turno das eleições está chegando. Dessa forma, também está prestes a começar o horário eleitoral gratuito e a corrida das campanhas eleitorais. Por isso, cada candidato à presidência deve, obrigatoriamente, formalizar a candidatura.

Após a confirmação das coligações partidárias, os candidatos precisam entregar, no Tribunal Superior Eleitoral, documentos e informações que ficam à disposição de qualquer interessado no assunto.

Conheça os candidatos que estão com a candidatura formalizada

O titulo de eleitor garante seu acesso às eleições de 2022.
Escolha o seu candidato com consciência

Na formalização de candidato, os presidenciáveis precisam apresentar declaração de patrimônios,  do mesmo modo devem apresentar nome e foto para constar na urna eletrônica além de outros documentos obrigatórios.

Até o último dia 10 de agosto, 9 presidenciáveis já formalizaram o pedido de candidatura.

Veja o patrimônio declarado por cada candidato:

  • Ciro Gomes, PDT – 3 milhões.
  • Felipe D’Avila, Novo – 24 milhões
  • Jair Bolsonaro, PL – 2,3 milhões
  • Léo Péricles, UP – 197 mil
  • Luiz Inácio Lula da Silva, PT – 7,4 milhões.
  • Pablo Marçal, Prós – 16 milhões
  • Simone Tebet, MDB – 2,3 milhões
  • Sofia Manzano, PCB – 498 mil
  • Vera Lúcia, PSTU – 8,8mil

José Maria Eymael, DC, e Roberto Jefferson, PTB, ainda não oficializaram a candidatura à presidência do Brasil. O maior patrimônio declarado é do candidato do partido Novo enquanto, o menor declarado é o de Léo Péricles.

Plano de Governo é apresentado ao TSE

Os candidatos também registraram o Plano de Governo. Esse é o documento que dispõe as propostas do candidato. As campanhas eleitorais, normalmente, são baseadas nesse documento.

A proposta do petista, por exemplo, pretende rever teto de gastos e o atual regime fiscal. O presidenciável propõe uma pauta sobre meio ambiente. Além disso, quer combater o crime ambiental e a recomposição de áreas degradadas.

Já o Novo quer transformar o Brasil na “primeira grande nação do planeta com a economia totalmente adaptada à nova era do carbono zero”. Propõe também a geração de trabalho a partir de uma economia global.

O partido UP traz pautas atreladas à liberdade democrática enquanto o PCB fala em programa anticapitalista e anti-imperialista para o Brasil. Virtualização, empresariação e mudança de mentalidade são as propostas do candidato do Pros.

O candidato à reeleição, do PL, propõe manter Auxílio Emergencial de R$ 600, ampliar privatizações e o acesso da população às armas. Enquanto o PDT defende reduzir a pobreza e a desigualdade, combater a violência e diminuir os índices de desemprego e informalidade.

A campanha do PSTU está amparada em ampliação da liberdade de sindicatos e de partidos políticos da classe trabalhadora através de uma mobilização coletiva. Simone Tebet ainda não apresentou o plano de governo ao TSE.

O TSE tem até 12 de setembro para julgar definitivamente os pedidos de registro e eventuais recursos. Em seguida, os candidatos podem requerer a substituição ou atualização das propostas.

Conhecer os candidatos, acrescenta-se também, entender propostas de governo são boas formas de praticar o voto consciente. Acompanhe nosso site e se mantenha informado sobre Eleições 2022.


Confira também

CARTÃO WILL BANK
Limite vai, limite vem,
no cartão Will Bank você tem!
CARTÃO NEON
Cartão de Crédito sem anuidade
e conta digital GRÁTIS!
CARTÃO VIVO
Dinheiro de volta
até 10% de cashback!

FGTS para compra de um segundo imóvel!

Campanha de Vacinação para crianças e adolescentes continua até dia 9 de setembro