Petrobras cresce mais de 1%; Ambev obtém queda após declarações de ministro e BB avança

A bolsa brasileira vem em alta, ganhando cada vez mais pontos com a Vale e a Petrobras. Após a China desvalorizar o yuan, a Vale e a Petrobras tiveram um ganho de mais de 1%. A Azul e o Banco do Brasil também registraram ganhos, enquanto a Braskem teve baixa. 

Depois de ser citada por Antonio Palocci, a Ambev obteve uma queda. Em 15 dias o Itaú BBA reduziu sua recomendação, mesmo dias antes a mesma ter recomendado para market perform.

 Banco do Brasil

Comparado ao segundo trimestre ano passado, o lucro líquido do Banco do Brasil foi 36,8% maior. Resultando nesse segundo trimestre R$ 4,4 bilhões. O aumento foi influenciado pela margem financeira bruta e pela renda do controle de custos. Com o desempenho abaixo da inflação, isso fez com que a empresa se destacasse. 

A carteira de crédito totalizou no final de junho o valor de R$ 686,6 bilhões. Com o desempenho positivo que o crédito consignado obteve (+R$ 6,0 bilhões), a carteira PF ampliada cresceu 7,8% comparado ao mesmo período do ano passado (+R$ 14,7 bilhões). Empréstimo pessoal e financiamento imobiliário tiveram seu crescimento com +R$ 4,8 bilhões e +R$ 2,5 bilhões, respectivamente.

Mesmo com todos esses ganhos, o analista Jorge Kuri, diz que os resultados vieram mais fraco do que era esperado. O lado positivo é que os empréstimos para varejos e comércios subiram 15%. Isso comparando ao ano passado. Quanto aos de pessoas físicas somente 2% comparado com o trimestre passado e 8% relacionado ao ano passado.

 Petrobras

Atendendo à resolução da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis a Petrobras alterou como divulga os preços da gasolina e óleo diesel. Quando chega nas refinarias não serão mais publicados valores por litro. Agora a medida usada será por metro cúbico. Isso tudo para agregar mais transparência ao mercado. 

Informado que a operação de venda total de seu hedge. O principal objetivo é proteger o fluxo de caixa operacional quando os preços estavam abaixo. Meses atrás já haviam usado essa estratégia para proteger os preços da sua produção de petróleo. 

 Ambev

A Câmara Superior do Conselho Administrativo de Recursos Federais aprovou a multa de R$ 2 bilhões. Segundo a notícia do Valor Econômico, multa referente a IRPJ e CSLL na amortização de ágios. Foi o processo de fusão entre a Ambev e InBev. A empresa já entrou com uma liminar, que está sendo discutida na justiça. 

Após a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci as ações da Ambev (ABEV3) deram uma recuada. Com o relato de que haviam “pagamento indevidos” para impedir o aumento de imposto sobre bebidas alcoólicas. A Ambev diz que as acusações são “falsas e incoerentes”. Dizendo também que nunca fizeram pagamentos para obter vantagens indevidas. Seriam alegações e acusações incoerentes pois desde 2015, o setor de bebidas sofre aumento na carga tributária. 

 


Confira também

CARTÃO BANCO INTER
Sem anuidade e
limite pré-aprovado!
CARTÃO WILL BANK
Limite vai, limite vem,
no cartão Will Bank você tem!
CARTÃO SUPERDIGITAL
Passa no crédito,
mas debita na hora.

População Brasileira cresce segundo IBGE

Cartão de Crédito Multiplus