Futuro do trabalho: tendências econômicas e impacto da automação

futuro do trabalho
Imagem: Canva

O trabalho é uma atividade humana que envolve a produção de bens e serviços, a geração de renda e a satisfação de necessidades.

No entanto, o trabalho está em constante transformação, influenciado por fatores econômicos, sociais, políticos, culturais e tecnológicos. 

Neste artigo, vamos analisar algumas das principais tendências econômicas que afetam o futuro do trabalho e o impacto da automação nas ocupações e nas competências exigidas.

Tendências econômicas que afetam o futuro do trabalho

Uma das tendências econômicas mais relevantes para o futuro do trabalho é a globalização, que consiste na integração crescente dos mercados e das sociedades, facilitada pelo avanço dos meios de transporte e de comunicação. 

A globalização aumenta a concorrência, a diversidade, a mobilidade e a cooperação entre os agentes econômicos, mas também gera desafios como a desigualdade, a exclusão, a precarização e a vulnerabilidade.

Outra tendência econômica que influencia o futuro do trabalho é a transição para uma economia verde, que busca conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental e a justiça social. 

A economia verde demanda novos modelos de produção e consumo, baseados na eficiência energética, na redução de emissões, na reciclagem de recursos e na valorização da biodiversidade. 

Além disso, cria novas oportunidades de emprego e de negócio em setores como as energias renováveis, a agricultura orgânica, o turismo sustentável e a economia circular.

Trabalho e digitalização

Uma terceira tendência econômica que molda o futuro do trabalho é a digitalização, que se refere à aplicação das tecnologias digitais em todos os aspectos da vida econômica e social.

A digitalização permite o surgimento de novos produtos e serviços, de novas formas de organização e de gestão do trabalho. Além disso, de novas plataformas e redes de interação e de aprendizagem. 

A digitalização também implica em mudanças nos hábitos e nas preferências dos consumidores e dos trabalhadores, que exigem mais flexibilidade, personalização e participação.

Impacto da automação nas ocupações e nas competências

A automação é um processo que envolve a substituição de atividades humanas por máquinas. Ou sistemas inteligentes, capazes de realizar tarefas com maior rapidez, precisão e eficiência. 

A automação tem um impacto significativo nas ocupações e nas competências requeridas pelo mercado de trabalho.

Por um lado, a automação pode eliminar ou reduzir alguns tipos de emprego, especialmente aqueles que envolvem tarefas rotineiras, repetitivas ou perigosas. Segundo um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), cerca de 14% dos empregos nos países membros estão em alto risco de automação nos próximos 15 a 20 anos.

Por outro lado, a automação pode criar ou ampliar outros tipos de emprego, especialmente aqueles que envolvem tarefas complexas, criativas ou sociais. Segundo o mesmo estudo da OCDE, cerca de 32% dos empregos nos países membros vão mudar significativamente em termos de conteúdo nos próximos 15 a 20 anos.

Além disso, a automação exige novas competências dos trabalhadores para se adaptarem às mudanças tecnológicas e às demandas do mercado. 

Quais são as competências dentro do futuro do trabalho?

  • Competências técnicas: são aquelas relacionadas ao domínio das ferramentas e dos processos tecnológicos específicos de cada área ou setor. Por exemplo: programação, análise de dados, design gráfico etc.
  • Competências transversais: são aquelas que podem ser aplicadas em diferentes contextos e situações. Por exemplo: comunicação, colaboração, pensamento crítico, resolução de problemas etc.
  • Competências socioemocionais: são aquelas relacionadas às atitudes e aos valores pessoais e interpessoais. Por exemplo: criatividade, iniciativa, adaptabilidade, empatia etc.

O futuro do trabalho é um tema complexo e dinâmico, que envolve diversos fatores e desafios. A automação é um dos principais fatores que influenciam o futuro do trabalho, pois tem um impacto nas ocupações e nas competências exigidas. Para enfrentar esse cenário, é preciso investir em educação, formação, inovação e políticas públicas que promovam o desenvolvimento econômico sustentável e inclusivo.


Última atualização: 22 de junho de 2023

Recomendamos:

Confira também

CARTÃO BMG CARD
A menor taxa de juros, sem anuidade
e possui diversas vantagens!
CARTÃO MAGALU
2% de cashback
Zero Anuidade
CARTÃO PICPAY
Zero anuidade e limite
pré-aprovado a partir de R$ 400.
CARTÃO SUPERDIGITAL
Passa no crédito,
mas debita na hora.